Cachorros de Bikini

Não é um blog sobre cachorros e bikinis

Post Polêmico

    Hoje resolvi criar polêmica. Quando você é proprietário de um blog é bem fácil, é só fazer um post polêmico, onde você fala de alguma coisa controversa e opinando contra uma determinada parcela da população e pronto, está criada a sua polêmica pra usar como quiser… Mas e se essa polêmica não for assim uma coisa que se diga “minha nooossa como é grande essa polêmica”?

    Tudo começou essa semana quando um amigo meu me emprestou o maravilhoso jogo Life is Strange. Fui jogando, jogando e no momento que escrevo esse texto faz menos de duas horas que terminei o jogo. No final da jogatina um amigo me perguntou “o que tu achou do final polêmico?”. Como rola muita coisa no final do jogo, perguntei sobre o que era a polêmica, ele me mandou o link de uma entrevista com o diretor do jogo. Caso você queira ler e não pretenda jogar o jogo, segue o link da entrevista. Li a curta entrevista e o que eu percebi? Não teve polêmica nenhuma.

    “Se o final não é polêmico, qual a polêmica?”. Concordo com você, querido leitor. Também fico refletindo sobre essa suposta polêmica. O jogo trata de assuntos bem sérios como bullying, assédio sexual, depressão, abuso de drogas, violência física e psicológica coisas e por aí vai. Qualquer uma dessas coisas poderia de fato gerar polêmica, mas o final em questão não gerou. O final em questão é só o fechamento da história, todos os assuntos sérios já tinham sido tratados e pouca coisa ainda precisava ser resolvida, mas aí um monte de gente jogou, reclamou do final e… Só. Toda a polêmica gerada não passou de um mimimi ruidoso de uma parcela dos jogadores, na verdade chamar de polêmica foi uma bondade de quem colocou o título na matéria.

    Aí vem a pergunta de um milhão de dólares: como saber se uma coisa é polêmica ou não? Pra mim só é polêmico se vira textão do Facebook, tweet de pastor radical, quando tem tweet de artista rebatendo o pastor radical, e  quando vira pauta de matéria pro Fantástico. Um conteúdo só é polêmico quando chama atenção fora do próprio nicho, além do próprio público. No final “polêmica” é só uma palavra que estão usando pra deixar as manchetes mais atrativas.

    “Ei, Filipe, cadê a polêmica que tu ia criar?”. Ah sim, obrigado por me lembrar… Deixa eu ver… Já sei. Imagine comigo: plantar um feijão no algodão é muito parecido com colocar um bebê humano pra crescer no cadáver de uma vaca. Pense nisso e até o próximo texto.

Compartilhe esse canino em traje de banho

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Anteriores

Contos de Segunda #47

Próximo

Fogos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén