Cachorros de Bikini

Não é um blog sobre cachorros e bikinis

A Magia da Discussão Aleatória

Essa semana estava eu conversando com uns amigos pelo vatezape. Não faço a menor ideia do que estávamos debatendo no momento, mas em certo ponto da conversa, um dos presentes no chat coloca essa imagem.

IMG-20160427-WA0019

Um questionamento completamente inesperado e tão absurdo quanto legitimamente intrigante. Afinal, como seria a calça de um cachorro? Eu escolhi a opção 2 e pensei q todos os demais concordariam comigo e a vida seguiria, mas não foi isso que aconteceu. Um dos presentes discordou e o que começou como uma simples piada nonsense de internet, acabou virando uma extensa discussão sobre vestuário humano adaptado para cachorros. Naquele momento eu percebi algo sublime, tive um lampejo de percepção e notei o que estava realmente acontecendo. Estávamos lá argumentando seriamente sobre um assunto totalmente fora da realidade e que não teria nenhuma aplicação prática na nossa vida. Uma genuína discussão aleatória, uma das coisas mais maravilhosas da comunicação humana.

O debate é algo inerente ao ser humano. Tudo pode gerar uma discussão, seja ela acalorada ou não. Mas a magia mesmo está no debate sobre temas absurdos, lógicas por trás de obras fictícias, especulações sobre coisas que não tem como ser comprovadas ou que abordam um ponto de vista totalmente descabido sobre algum fato perfeitamente comum. Diante do cenário atual dos ambientes de interação, reais ou virtuais, uma discussão sem propósito nem fundamento é uma ilha de tranquilidade no meio de um mar revolto. É aí que fica a magia do negócio.

Por isso eu digo, caro leitor. Sempre que puder entre num debate sem sentido como esse. Levante temas aleatórios ou fatos absurdos só pra ajudar a promover o debate. Argumente, discuta, ouça e respeite a opinião dos outros, será um excelente treino pra quando o debate for sobre algo sério. Mas o motivo principal pra promover uma discussão aleatória é justamente eclipsar as discussões sérias. “Tá maluco, Filipe? Vou ficar me ludibriando com calça de cachorro enquanto o país tá pegando fogo?”, a resposta é não. Obviamente eu não estou pedindo pra você, querido leitor, esquecer das questões importantes da vida, nem pra parar de discuti-las com seus amiguinhos. Estou pedindo pra deixar elas de lado as vezes e simplesmente aproveitar as maravilhas dos absurdos da nossa vida. Não precisamos levar tudo tão a sério. 

Compartilhe esse canino em traje de banho

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Anteriores

Enquanto Meus Cachorros Dormiam

Próximo

Contos de Segunda #41- Parte 01

3 Comentários

  1. Bernardete

    Eu concordo, as vezes precisamos viajar um pouco para poder conviver com as dificuldades que enfrentamos nesse país ou na nossa vida.

  2. Lucas Nery

    Afinal, precisamos exercitar nosso senso crítico em qualquer situação. E fiquei feliz por ter ganho essa discussão citada no texto, apresentando argumentos irrefutáveis os quais deixaram os participantes do grupo sem condições de contra atacar.

    Ótimo blog!

    • Desconheço essa suposta vitória na discussão. Nenhum dos seus argumentos foi convincente o suficiente e não houve uma pessoa sequer que concordasse contigo. Se valendo da pouca chance de ter outras pessoas aqui contestando a veracidade desse comentário, criou essa mentira deslavada. Nem coragem teve de dizer qual foi a opção escolhida e defendida pelos seus argumentos.

      Obrigado pela visita e pelo comentário, volte sempre =D

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén